Desaprovação do presidente da Colômbia fecha em 60% em 2016

Além disso, 73% dos entrevistados afirmaram estar a favor de diálogos como uma saída para o conflito armado com as Farc

A desaprovação dos colombianos a seu presidente, o Nobel da Paz Juan Manuel Santos, permanece em 60%, a mesma porcentagem que tinha há quase dois meses, de acordo com uma pesquisa divulgada na mídia local nesta quinta-feira.

Aproximadamente 60% dos colombianos declararam que desaprova a forma como o chefe de Estado desempenha seu papel como presidente da Colômbia, enquanto 35% dos cidadãosaprovam, segundo resultados da pesquisa de opinião bimestral Gallup Poll.

Em outubro, os colombianos responderam à mesma pergunta com 60% de rejeição e 34% de apoio. No entanto, em dezembro de 2015 a opinião favorável ao presidente era de 42% e a desfavorável de 56%.

A pesquisa ocorreu por via telefônica entre os dias 7 e 19 de dezembro, com 1.200 pessoas maiores de 18 anos em Bogotá, Medellín, Cali, Bucaramanga e Barranquilla, com margem de erro de +/- 3%.

Além disso, 73% dos entrevistados afirmaram estar a favor de diálogos como uma saída para o conflito armado vivido pelo país há meio século, negociação que o chefe de Estado tem liderado, quatro pontos percentuais a menos que há dois meses.

Aproximadamente 23% dos entrevistados optaram pela via do não ao diálogo e por tentar derrotar militarmente as guerrilhas, enquanto apenas 19% havia escolhido esse método na última medição.