Deputado árabe-israelense diz que se unirá a frota de Gaza

Basel Ghattas, parlamentar da Lista Árabe Unida, afirmou que se unirá à frota pró-palestina que tenta romper o bloqueio israelense contra a Faixa de Gaza

O anúncio de um deputado árabe-israelense de que planeja se unir à frota pró-palestina que tenta romper o bloqueio israelense contra a Faixa de Gaza causou indignação nesta segunda-feira dentro da classe política do país.

Basel Ghattas, parlamentar da Lista Árabe Unida, afirmou que se unirá a outros políticos estrangeiros e figuras públicas em uma nova tentativa de chegar ao território palestino a bordo do barco ainda este mês.

A Faixa de Gaza está sujeita a um bloqueio israelense há nove anos, o que inclui uma proibição completa de entradas e saídas de barcos.

Ativistas pró-palestinos tentaram repetidas vezes atingir o território palestino governado pelos islamitas do Hamas, mas sempre foram bloqueados pela marinha israelense.

Em maio de 2010, comandos israelenses atacaram uma frota de seis barcos que acabou resultando em um banho de sangue e cobrou a vida de 10 cidadãos turcos.

Hanin Zuabi, uma deputado árabe-israelense que se achava a bordo na ocasião, foi considerada traidora pela classe política de seu país.

A vice-ministra das Relações Exteriores israelense, Tzipi Hotovely, afirmou que a decisão de Ghattas é uma “demonstração de atividade a serviço do inimigo”.

Um dos barcos que participam nesta nova tentativa de alcançar Gaza é uma traineira sueca chamada “Marianne de Gotemburgo”, que partirá na sexta-feira da Sicília.

Vários barcos devem se somar a este navio nos próximos dias para formar o que os organizadores chama de Frota da Libertade III. Eles tentarão chegar a Gaza antes do fim do mês.