Criminalidade em Nova York cai para mínimo histórico em 2016

No geral, houve 101.606 crimes que a polícia disse ter tomado conhecimento durante 2016, 4% a menos do que em 2015, afirmou a polícia

Nova York – A criminalidade na cidade de Nova York caiu para um mínimo histórico no ano passado, disse a polícia nesta quarta-feira num relatório que mostra que a maior cidade norte-americana evitou o aumento de assassinatos que atingiu outras grandes cidades do país.

No geral, houve 101.606 crimes que a polícia disse ter tomado conhecimento durante 2016, 4 por cento a menos do que em 2015, afirmou a polícia.

Houve 335 assassinatos registrados no ano passado, uma queda de 5 por cento em relação aos 352 do ano anterior, segundo a polícia.

O menor número desde que a cidade iniciou um registro de confiança em 1963 foi 328 em 2014.

Chicago, que conta com um terço dos 8,6 milhões de habitantes de Nova York, registrou 762 assassinatos no ano passado.

A tendência em Nova York foi de queda em quase todas as categorias de crimes registrados.

A polícia, políticos e criminologistas têm debatido de forma acalorada as razões por trás da queda do crime nos EUA desde o início dos anos 1990, quando a cidade de Nova York tinha mais de 2.000 assassinatos por ano.

Eles apresentam explicações como mudança de táticas, melhor coleta de informações ou mesmo uma redução em envenenamento por chumbo.

James O’ Neill, comissário de polícia de Nova York, disse que as reduções do ano passado se deram por causa da “precisão como a de um laser” em relação a gangues e do programa de policiamento comunitário, que visa melhorar a relação da polícia com moradores.