Correa renunciará se provarem que ele possui contas na Suíça

A acusação foi feita pelo portal "bananaleaks.com", de autoria desconhecida e que já não está mais disponível na internet

Quito – O presidente do Equador, Rafael Correa, qualificou como uma “calúnia” a acusação de que possui contas na Suíça e ameaçou renunciar caso essas contas existam, em entrevista divulgada nesta quarta-feira no site de seu movimento político.

“Eu assino minha renúncia antecipada à Presidência perante um cartório caso fique provado que eu tenho contas bancárias na Suíça. Mas todo jornal que publicar essa mentira, que também assine perante o cartório que se eu não tiver essas contas, fechará o respectivo meio de comunicação”, propôs durante uma entrevista para o canal de televisão “RTS”.

A acusação foi feita pelo portal “bananaleaks.com”, de autoria desconhecida e que já não está mais disponível na internet.

A página, que citava fontes anônimas da Receita Federal e de inteligência civil, afirmava que Correa possuía duas contas “secretas” na Suíça, embora não dizia o montante de dinheiro que supostamente haveria nelas atualmente.

Correa qualificou a acusação como uma “calúnia” durante a entrevista.

Rafael Correa tenta a reeleição no pleito do próximo dia 17 de fevereiro, no qual participam outros sete candidatos à Presidência.