Conversas sobre default grego são “ridículas”, diz ministro

Ministro das Finanças descartou a hipótese de um calote da dívida pública grega

Atenas – O ministro de Finanças da Grécia, Evangelos Venizelos, rechaçou neste sábado conversas de que o país declararia default e disse que o premiê grego, George Papandreou, cancelou uma viagem aos Estados Unidos porque decisões difíceis precisam ser tomadas em breve.

“Os comentários e análises sobre um iminente default ou falência não são só irresponsáveis, mas também ridículos”, afirmou Venizelos em comunicado.

“Todo final de semana a Grécia… é alvo desse ataque organizado de especuladores nos mercados financeiros”, acrescentou.

Venizelos disse que Papandreou decidiu retornar a Atenas não devido a uma emergência econômica, mas porque o governo precisa tomar decisões difíceis conforme são retomadas as conversas com líderes internacionais, antes de a próxima parcela de empréstimos ser liberada.