Convenção republicana inicia votação para indicar Trump

A votação, pré-determinada pelos resultados das primárias republicanas, é simbólica, já que Trump terá a maioria dos votos.

Os delegados na convenção republicana em Cleveland (Ohio) iniciaram nesta terça-feira a votação para indicar o magnata Donald Trump como candidato do partido às eleições presidenciais de novembro nos Estados Unidos.

“Alabama está orgulhoso de depositar seus votos: um voto para Marco Rubio, 13 para Ted Cruz e 36 votos para o próximo presidente dos Estados Unidos, Donald J. Trump“, exclamou o senador Jeff Sessiones, um fervoroso partidário do magnata.

A votação, pré-determinada pelos resultados das primárias republicanas, é simbólica: o bilionário, que não está presente, terá a maioria dos votos.

Na quinta-feira, deverá aceitar formalmente a nomeação republicana durante um discurso.

Uma a uma, as delegações de 50 estados e outros territórios americanos, se expressaram na convenção, que ocorre no Quicken Loans Arena desta cidade da zona dos grandes lagos, blindada à espera de vários protestos.

Forças anti-Trump trabalhavam com a ideia de um protesto durante a votação, que poderia durar uma hora, e foram ouvidos assobios deste grupo quando o dirigente republicano Paul Ryan (presidente do Congresso) ratificou as regras para nomear o candidato.

A votação desta terça-feira ocorre após um início caótico da convenção na segunda-feira, quando os debates foram interrompidos por uma furiosa e ruidosa revolta de delegados contrários ao polêmico milionário e sua esposa, Melania, foi acusada de plagiar trechos de um discurso da primeira-dama, Michelle Obama.