Consumo de loção para banho deixa 8 mortos na Rússia

Devido à crise econômica do país, muitos russos não têm condições de comprar bebidas alcoólicas e optam por consumir outras substâncias que contêm álcool

Moscou, 18 dez (EFE).- Ao menos oito pessoas morreram e outras seis estão em estado crítico depois de consumirem uma loção para banho que contém álcool na cidade de Irkutsk, na Sibéria, informaram neste domingo as autoridades da Rússia.

Devido à grave crise econômica vivida pelo país desde 2014, muitos russos não têm condições de comprar bebidas alcoólicas, como a vodka, e optam por consumir outras substâncias que contêm álcool, como colônias e loções.

A ingestão aumenta o número de intoxicações mortais, especialmente na época do Natal, quando o consumo de álcool aumenta bastante no país.

“O estado de todos os afetados é grave. Oito pessoas já morreram”, informou um porta-voz do Ministério da Saúde à agência oficial “RIA Novosti”.

Segundo dados preliminares, as vítimas beberam uma loção para banho feita à base de flores como se fosse um licor. As amostras da substância foram recolhidas pela polícia, de acordo com a imprensa.

O Ministério da Saúde enviou a Irkutsk um grupo de especialistas em toxicologia para atender as pessoas que ingeriram a sustância.

O Comitê de Instrução da Rússia abriu uma investigação penal para avaliar o caso, embora as autoridades já saibam que o rótulo da loção indicava claramente que a ingestão era proibida.

De qualquer forma, a polícia decidiu fiscalizar todas as lojas da cidade para determinar se o produto está sendo vendido de forma ilegal. EFE