Conselho de Segurança da ONU analisará teste norte-coreano

Reunião, que será realizada às 15h local (16h, em Brasília), foi solicitada na véspera pelos Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul

Nações Unidas – O Conselho de Segurança da ONU se reunirá nesta quarta-feira de forma urgente para analisar uma resposta perante o novo teste balístico da Coreia do Norte, confirmaram fontes oficiais.

A reunião, que será realizada às 15h local (16h, em Brasília), foi solicitada na véspera pelos Estados Unidos e Japão, dois dos membros do Conselho de Segurança, bem como pela Coreia do Sul.

O regime de Pyongyang anunciou na terça-feira o lançamento de um míssil intercontinental (ICMB) chamado Hwasong-14, com capacidade para percorrer entre 7 mil e 8 mil quilômetros.

O projétil alcançou uma altura de 2.802 quilômetros e percorreu 933 quilômetros em 39 minutos, até cair em águas do Mar de Japão.

Este lançamento, bem como outros anteriores e os testes nucleares que vem realizando a Coreia do Norte desde 2006, transgridem as normas da ONU, que vem sancionando o regime de Pyongyang por estes testes.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou na terça-feira este lançamento norte-coreano e o considerou um “perigoso agravamento” da sua situação diplomática.

O Governo da Coreia do Norte “deve cessar suas provocações e acatar totalmente as obrigações internacionais”, acrescentou Guterres em um comunicado divulgado por seu porta-voz.

A presidência do Conselho de Segurança da ONU é exercida neste mês pela China.

“Devemos aumentar a pressão sobre Pyongyang”, afirmou em um tweet a missão da França perante a ONU, que confirmou a convocação da reunião do Conselho de Segurança para as próximas horas.

A reunião urgente também foi confirmada pela missão americana perante a ONU.