Conferência de Partidos da América Latina apoia Lula

Em comunicado, o presidente da Copppal, Manolo Pichardo, afirmou que as acusações contra Lula são uma "perseguição que pretende inabilitar" o ex-presidente

Santo Domingo – A Conferência Permanente de Partidos Políticos da América Latina e do Caribe (Copppal) expressou nesta quarta-feira apoio e solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), acusado de corrupção.

Em comunicado, o presidente da Copppal, Manolo Pichardo, afirmou que as acusações contra Lula são uma “perseguição que pretende inabilitar” o ex-presidente de concorrer às eleições em 2018.

“Teriam que perseguir Lula e encurralá-lo até destruir sua imagem de redentor dos pobres, aquela imagem que o colocava como o melhor presidente que o Brasil tinha tido na história. Teriam que apagar o quase milagroso fato de tirar mais de 40 milhões de pessoas da pobreza”, disse Pichardo, também ex-presidente do Parlacen.

“Desde a Copppal, manifestamos nosso apoio ao companheiro Lula e reiteramos nossa disposição de continuar ao lado de uma liderança latino-americana que está comprometida com a criação de uma sociedade continental soberana, inclusiva e justa”, concluiu.

Lula é réu em duas ações da Operação Lava Jato. Em uma delas, que envolve o tríplex do Guarujá, será investigado pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção. O ex-presidente já respondia um processo sob acusação de atrapalhar as investigações do esquema de corrupção que atingiu a Petrobras.