Comunidades nipo-brasileiras oferecem ajuda ao Japão

Organizações abriram contas para receber doações para as vítimas do terremoto

São Paulo – Representantes de cinco comunidades japonesas no Brasil ofereceram hoje (14) ajuda ao Japão. A disposição para o auxílio ao país atingido por um dos maiores terremotos da história foi oficializada em reunião com o cônsul-geral do Japão em São Paulo, Kazuaki Obe.

Na reunião, os representantes das comunidades nipo-brasileiras entregaram a Obe uma carta em que expressam sua comoção com a situação que vive o Japão. Afirmaram também que os japoneses que vivem no Brasil e seus descendentes estão dispostos a ajudar o país no for necessário.

A carta foi assinada pela Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, a Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil, a Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo, a Aliança Cultural Brasil-Japão e a Câmara de Comércio de Indústria Brasil-Japão.

Essas entidades divulgaram também dados de contas correntes em que brasileiros poderão depositar doações ao Japão. Além delas, a Associação Miyagui Kenjinkai do Brasil também abriu uma conta para que doadores possam depositar qualquer quantia.

“O Japão precisa de muita coisa: alimentos, água, roupas. Mas, devido à distância, a entrega fica muito difícil”, disse o presidente da Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil, Aeko Uehara Yogui. “Então, estamos disponibilizando as contas e todos vão poder colaborar”.

Obe agradeceu o apoio dos brasileiros. Ele afirmou que tem recebido várias mensagens de solidariedade. Aos representantes das comunidades nipo-brasileiras, o cônsul disse também que, com a ajuda deles, o Japão poderá superar seus atuais problemas. “Temos certeza que poderemos superar esse desafio”.

Os detalhes das contas correntes podem ser vistos aqui