Comitê do Nobel responsabiliza China por morte de Liu Xiaobo

Para o comitê do Nobel norueguês, o país tem "grande responsabilidade" pelo fato de ter privado o ativista de receber cuidados médicos adequados

A China tem “grande responsabilidade” pela morte “prematura” de Liu Xiabo, por tê-lo privado de cuidados médicos adaptados, estimou nesta quinta-feira (13) o comitê do Nobel norueguês, que atribuiu ao dissidente o Nobel da Paz em 2010.

“Consideramos profundamente perturbador que Liu Xiaobo não foi transferido a um estabelecimento onde poderia ter recebido um tratamento médico adequado antes que sua doença entrasse em estágio terminal”, declarou a presidente do comitê, Berit Reiss-Andersen.

Liu Xiaobo morreu nesta quinta-feira, aos 61 anos, de câncer de fígado, um mês depois de ele ser transferido da prisão para o hospital.

As autoridades da cidade de Shenyang, onde foi hospitalizado, confirmaram sua morte em uma comunicado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s