Combates no Iraque matam 10 jihadistas e oito militares

Os enfrentamentos coincidem com a ofensiva do exército iraquiano, com 30 mil homens, para libertar Tikrit e o norte da província de Saladino do controle do EI

Bagdá – Pelo menos dez jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) e oito soldados das forças iraquianas morreram nesta sexta-feira em enfrentamentos nos arredores da cidade de Samarra, perto da província de Al-Anbar, no oeste do Iraque.

Uma fonte da polícia iraquiana explicou à Agência Efe que estes combates deixaram ainda outros 14 soldados iraquianos feridos.

Estes enfrentamentos coincidem com a ampla ofensiva lançada pelo exército iraquiano em 9 de março, na qual participam 30 mil homens armados, para libertar Tikrit e o norte da província de Saladino, situada no meio do caminho entre Bagdá e Mossul, que caiu nas mãos dos jihadistas no ano passado.

Segundo Washington, aproximadamente, 20 mil combatentes são milicianos xiitas, enquanto os demais pertencem às forças regulares e a tribos sunitas.

Fontes militares iraquianas garantem que Tikrit será libertada neste fim de semana.