Combates deixam 26 mortos em zona petrolífera do Iêmen

"As forças pró-governamentais lançaram hoje (segunda-feira) uma operação militar para retomar Sarwah", afirmou uma fonte militar leal ao governo

Fontes militares do Iêmen informaram nesta segunda-feira que pelo menos 26 combatentes morreram nesta segunda-feira durante enfrentamentos entre as forças do governo e rebeldes huthis pelo controle de uma rica região petrolífera localizada a leste da capital do país.

“As forças pró-governamentais lançaram hoje (segunda-feira) uma operação militar para retomar Sarwah”, afirmou uma fonte militar leal ao governo, em referência à única zona da província de Marib ainda sob o controle dos rebeldes huthis, que se apoderaram da capital Sanaa em setembro de 2014.

Combates violentos e ataques aéreos da coalizão (liderada pela Arábia Saudita) “abateram 16 rebeldes e provocaram dezenas de feridos” em suas fileiras, indicou a mesma fonte.

Dez soldados pró-governamentais morreram e outros doze ficaram feridos nos combates, acrescentou.

Segundo outras fontes militares, as tropas leais retomaram o controle das colinas que dominam Sarwah.