Colégio Eleitoral confirma vitória de Trump nas eleições

Trump venceu por pequenas vantagens em alguns estados, mas perdeu por quase 3 milhões de votos para Hillary Clinton no voto popular

Washington – O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, superou nesta segunda-feira os 270 votos necessários no encontro dos delegados do Colégio Eleitoral para confirmar a vitória do republicano no pleito de 8 de novembro.

Apesar de a votação do Colégio Eleitoral, órgão composto pelos delegados de cada estado, ser normalmente uma mera formalidade, havia expectativa de mudança do resultado das urnas depois dos pedidos de alguns eleitores para que eles se rebelassem contra o triunfo do republicano nas eleições presidenciais.

Trump venceu por pequenas vantagens em alguns estados-chave, mas perdeu por quase 3 milhões de votos para de democrata Hillary Clinton no voto popular.

Outro fato que motivou os pedidos dos eleitores é a possível interferência da Rússia no pleito, denunciada pelas agências de inteligência dos EUA, o que criou dúvidas sobre a legitimidade do empresário.

O presidente eleito superou os 270 votos necessários na tarde desta segunda-feira, quando os delegados do Texas confirmaram o apoio ao republicano.

Agora, Trump precisa passar por dois outros trâmites: a contagem de votos no Congresso, em 6 de janeiro, e a posse, marcada para o dia 20 do mesmo mês.

O sistema eleitoral norte-americano não garante a presidência ao candidato com mais votos em nível nacional. Chega à Casa Branca aquele que ultrapassar a marca de 270 delegados, de um total de 538.

Cada estado tem um número diferente de delegados. Califórnia e Texas, mais populosos, são os dois com mais representantes.

A votação de hoje dos membros do Colégio Eleitoral nos 50 estados do país foi mais tensa do que habitual. Em vários locais houve protestos contra Trump e mudanças de opinião de alguns delegados, que preferiram optar por Hillary.