China relata duas mortes de pessoas por gripe aviária H7N9

Província chinesa de Anhui já relatou cinco casos de gripe aviária H7N9 desde 8 de dezembro, incluindo das duas pessoas que morreram

Pequim – Duas pessoas na província chinesa de Anhui morreram por gripe aviária H7N9, nas primeiras mortes na China em casos nesta estação, enquanto Macau relatou sua primeira infecção em humanos desde que a ex-colônia portuguesa retornou ao controle chinês, em 1999.

Anhui relatou cinco casos de gripe aviária H7N9 desde 8 de dezembro, incluindo das duas pessoas que morreram, informou a autoridade sanitária provincial em comunicado publicado em 21 de dezembro em seu site.

A autoridade não informou se as outras três pessoas se recuperaram ou não.

Os casos em Anhui levam o número total de pessoas infectadas com o vírus H7N9 na China neste mês para ao menos sete.

O H7N9 não havia sido detectado em humanos ou animais na China até março de 2013 e o surto parece não ser transmitido facilmente entre pessoas.

A infecção de humano para humano não foi relatada, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.