China diz que gripe aviária está controlada e nega impactos

País abateu mais de 170 mil aves em quatro províncias desde outubro e fechou alguns mercados de aves vivas após a infecção de humanos com a doença

Pequim – O Ministério da Agricultura da China disse nesta sexta-feira que os recentes surtos de gripe aviária foram controlados de maneira “pontual e efetiva”, sem propagação, e que os casos não afetaram os produtos ou preços da carne de frango.

Em um comunicado enviado por email à Reuters, o departamento de governo disse que a situação no segundo maior consumidor de carne de frango do mundo era estável.

Os comentários ocorrem no momento em que a Coreia do Sul e países vizinhos enfrentam surtos de diversas variedades da gripe altamente virulenta.

A China abateu mais de 170 mil aves em quatro províncias desde outubro e fechou alguns mercados de aves vivas após pessoas terem sido infectados pela gripe aviária.

O último grande surto de gripe aviária na parte continental da China –do fim de 2013 ao início de 2014– matou 36 pessoas e levou a perdas de mais de 6 bilhões de dólares no setor agrícola.