China condena político à prisão perpétua por corrupção

Ex-vice-governador provincial foi condenado por aceitar quase 2 milhões de dólares em subornos

Pequim – A China condenou um ex-vice-governador provincial à prisão perpétua por aceitar quase 2 milhões de dólares em subornos, a autoridade mais graduada a ser punida desde que a nova liderança do país fez da luta contra a corrupção a sua prioridade.

Huang Sheng, ex-vice-governador da província oriental de Shandong, aceitou mais de 12 milhões de iuans (1,95 milhão de dólares) de organizações e indivíduos, entre 1998 e 2011, informou a agência de notícias oficial Xinhua.

Além da pena de prisão, os bens de Huang foram confiscados, segundo a Xinhua.

O presidente Xi Jinping, que assumiu o cargo em março, em uma transição de liderança de uma vez por década, tem desempenhado uma ofensiva contra a corrupção, alertando que o problema é tão grave que pode ameaçar a sobrevivência do partido.

Até agora, poucas autoridades de alto escalão foram capturadas durante a repressão.