China chama autoridade dos EUA por reunião com Dalai Lama

Vice-ministro das Relações Exteriores convocou um alto funcionário depois que o presidente Obama recebeu o líder espiritual tibetano

Pequim – O vice-ministro das Relações Exteriores da China, Zhang Yesui, convocou nesta sexta-feira um alto funcionário da embaixada dos Estados Unidos na China, depois que o presidente norte-americano, Barack Obama, recebeu na Casa Branca o líder espiritual tibetano no exílio, Dalai Lama, apesar das advertências chinesas de que a reunião prejudicaria os laços bilaterais.

Zhang chamou Daniel Kritenbrink, encarregado de negócios da embaixada dos EUA na China, na noite desta sexta-feira, de acordo com um comunicado publicado no site do Ministério das Relações Exteriores chinês.

“Os Estados Unidos devem tomar medidas concretas para recuperar a confiança do governo e do povo chinês”, disse Zhang.

Obama se encontrou com o Dalai Lama em uma demonstração de preocupação com o modo como a China lida com a questão dos direitos humanos.