Chávez viaja ao Brasil por adesão da Venezuela ao Mercosul

Presidente venezuelano chega na segunda-feira para ato de adesão do país ao Bloco, que ocorre em Brasília

Caracas – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse nesta quinta-feira que na próxima segunda viajará a Brasília para participar do ato de adesão de seu país ao Mercosul, aceitando, desta forma, o convite feito pela líder do Brasil, Dilma Rousseff.

Na quarta-feira, Chávez recebeu uma comissão do Governo brasileiro para “acelerar” o processo de adesão do país caribenho ao bloco, que é integrado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

“Decidimos acelerar os prazos e agradeço esta visita muito oportuna, dado que o Brasil exerce a presidência temporária do Mercosul”, disse Chávez ao lado de uma delegação brasileira presidida pelo ministro interino do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Alessandro Teixeira.

Chávez explicou que Dilma propôs a visita de uma comissão para “ganhar tempo” e ir desenvolvendo os temas que abrirão caminho para o ingresso formal da Venezuela.

A Venezuela foi aceita como membro pleno do Mercosul em 29 de junho, durante uma cúpula realizada em Mendoza (Argentina), na qual o Paraguai foi suspenso do bloco devido à destituição de Fernando Lugo como presidente.