Cessar-fogo sírio não inclui EI e milícia curda, diz porta-voz

Osama Abu Zaid, um porta-voz da aliança rebelde Exército Livre da Síria, também afirmou que o partido curdo-sírio PYD não fará parte das conversações

Ancara – O cessar-fogo na Síria garantido por Rússia e Turquia não inclui o Estado Islâmico e a milícia curda YPG, disse nesta quinta-feira um porta-voz dos rebeldes sírios.

Em uma entrevista coletiva em Ancara após o anúncio do acordo, Osama Abu Zaid, um porta-voz da aliança rebelde Exército Livre da Síria, também afirmou que o partido curdo-sírio PYD não fará parte das conversações sírias planejadas para Astana, capital do Cazaquistão.