Fukushima começa a descontaminar água na sexta

Empresa responsável pela usina nuclear espera que a central de descontaminação ajude a resolver os problemas no local

Toquio – A central de descontaminação de água radioativa construída na central nuclear de Fukushima (nordeste do Japão) estará operacional na sexta-feira, anunciou a empresa Tokyo Electric Power (Tepco), que administra o local.

A central deveria começar a funcionar em 15 de junho, mas isto só acontecerá dois dias depois por problemas detectados durante os testes.

O grupo nuclear francês Areva e a empresa americana Kurion terão a missão de tratar as quase 100.000 toneladas de água altamente radioativas acumuladas nos edifócios dos reatores e das turbinas de Fukushima Daiichi (N°1) desde o terremoto e tsunami de 11 de março.

Estes efluentes impedem os operários de entrar nas instalações para reativar os circuitos de resfriamento do combustível nuclear, danificados por uma onda de 14 metros de altura que atingiu a central.

A área de descontaminação tem capacidade para tratar 1.200 toneladas de efluentes por dia.