Carro em que Macri viajava é apedrejado na Argentina

Segundo fontes oficiais, carro o transportava na cidade de Villa Traful, na província de Neuquén, ao sul do país

Buenos Aires – O presidente da Argentina, Mauricio Macri, saiu ileso após um grupo de dez pessoas atirar pedras nesta quarta-feira contra o veículo que o transportava na cidade de Villa Traful, na província de Neuquén, ao sul do país, informaram fontes oficiais.

Macri viajou à cidade para a inauguração de um Centro de Interpretação e Informação Turística e Ambiental. Em comunicado, a Presidência explicou que dois vidros do automóvel foram quebrados e que a agenda do chefe de Estado continua “de forma normal”.

Este não é o primeiro incidente do gênero envolvendo o presidente argentino. No último dia 12 de agosto, Macri, que assumiu a presidência em dezembro de 2015, foi hostilizado em um evento em Mar del Plata.

Na ocasião, um grupo isolado de pessoas proferiu insultos contra o presidente e inclusive lançou algumas pedras contra os automóveis, o que levou à detenção de quatro menores, que depois foram liberados.