Carro-bomba mata quatro pessoas na Somália

Um funcionário do governo somali disse que o ataque trazia todas as características do Shebab, grupo ligado a Al-Qaeda

Mogadiscio – Um ataque com um carro-bomba matou pelo menos quatro pessoas do lado de fora de um hotel de luxo na capital da Somália, Mogadiscio, segundo autoridades. O porta-voz da presidência do país afirmou que um dos principais diplomatas somalis, o ex-embaixador em Londres, Abdulkadir Ali Dhuub, estava entre os mortos.

A polícia e as forças de segurança imediatamente isolaram a área após a enorme explosão do lado de fora do hotel Maka al Mukarama, popular entre empresários.

Contudo, relatos da mídia sobre o número de mortos estavam diferente das declarações oficiais. Mais cedo, um policial havia dito que 11 pessoas perderam a vida.

Um funcionário do governo somali disse que o ataque trazia todas as características do Shebab, grupo ligado a Al-Qaeda.

Um policial no local disse que 11 pessoas morreram, enquanto um médico do Hospital Madina de Mogadiscio afirmou que 22 pessoas foram internadas.

“Três dos feridos morreram na sala de emergência e 19 pessoas tiveram ferimentos”, disse Mohamed Yusuf. Não ficou claro se estes três mortos foram incluídos na conta do governo. Fonte: Dow Jones Newswires.