Cão da polícia francesa morre em operação antiterror

Depois desse anúncio, a hashtag #jesuisunchien (#eusoucachorro) começou a ser imediatamente usado pelos internautas

A polícia francesa anunciou nesta quarta-feira em seu Twitter que um de seus cães foi morto na operação contra terroristas em Saint-Denis, norte de Paris.

“Diesel, um pastor malinois de 7 anos, cão de assalto do #RAID, foi morto pelos terroristas na operação em curso”, anunciou a polícia.

“Os cães de assalto e de busca de explosivos são indispensáveis em missões de operação do #Raid”, afirma um outro Twitter da polícia.

Depois desse anúncio, a hashtag #jesuisunchien (#eusoucachorro) começou a ser imediatamente usado pelos internautas em homenagem a Diesel.

Dois suspeitos vinculados aos violentos atentados de sexta-feira em Paris morreram e sete foram detidos, três deles dentro do apartamento no qual estavam entrincheirados no subúrbio Saint-Denis, ao norte da capital francesa, anunciou a polícia.

Entre os dois mortos da operação está uma mulher-bomba – algo sem precedentes na França – que detonou um colete com explosivos, segundo a polícia.

A operação também deixou pelo menos três policiais feridos.