Campanha de Hillary espera que debate exponha Trump

A campanha democrata insiste que o candidato republicano é "um grande ator" que carece de "conhecimentos" e falta com a verdade de maneira reiterada

Hempstead – A campanha da candidata democrata Hillary Clinton se mostrou confiante nesta segunda-feira que o debate desta noite servirá para expor “as diferenças” em relação a seu rival republicano Donald Trump, a quem classifica de “mentir constantemente” e “não estar preparado” para ser presidente dos Estados Unidos.

“Esperamos ver o contraste e as diferenças entre ambos candidatos”, afirmou à Agência Efe Jorge Silva, diretor para veículos de comunicação latinos da campanha de Hillary Clinton, na sala de imprensa horas antes do tête-à-tête na Universidade de Hofstra, em Long Island (Nova York).

De acordo com Silva, “a incógnita é o Donald Trump que vamos ver, se é o novo Trump acalmado, o novo Trump que seu chefe de campanha criou, ou o agressivo candidato das primárias republicanas”.

O magnata imobiliário tentou moderar nas últimas semanas tanto sua mensagem como seu tom, em uma tentativa de reduzir a vantagem de Hillary nas pesquisas.

A campanha democrata insiste que o candidato republicano é “um grande ator” que carece de “conhecimentos” e falta com a verdade de maneira reiterada.

“É um desafio debater com alguém que não diz a verdade, mente constantemente. Mas temos confiança em que estes debates sirvam precisamente para expor as diferenças entre ambos”, acrescentou Silva ao lado do posto de campanha de Hillary, onde seus principais assessores de campanha estarão esta noite para avaliar o resultado do esperado debate.

“Trump procura nos dividir, apresentar os imigrantes como delinquentes, ao contrário de Hillary Clinton que acredita que juntos somos mais fortes, e que este país está baseado na diversidade”, ressaltou, ao comentar os controvertidas declarações do republicano sobre os imigrantes mexicanos e a necessidade de construir um muro fronteiriço com o México para conter a imigração irregular.

À grande expectativa gerada pelo debate, devido à forte personalidade de ambos candidatos, se somam as últimas pesquisas que indicam que as eleições de 8 de novembro podem ser mais apertadas que o esperado.

A média das principais pesquisas realizada pelo site especializado RealClearPolitics aponta que Hillary perdeu sua cômoda vantagem e agora se encontra dentro da margem de erro, com 46% de apoio, contra 44% de Trump.

O debate de hoje, que começará às 21h (horário local, 22h de Brasília) e durará uma hora e meia, é a primeira oportunidade para que os americanos possam acompanhar os candidatos frente a frente.