Caminhão usado em ataque em Berlim tinha placa polonesa

Ariel Zurawski, proprietário de uma empresa de transportes, identificou o veículo como de sua propriedade e explicou que seu primo dirigia o caminhão

Berlim – O caminhão que atropelou nesta segunda-feira vários visitantes que estavam em uma tradicional feira natalina em Berlim, matando nove pessoas e deixando mais de 50 feridas, tinha placa da Polônia e transportava vigas de aço.

Em entrevista à emissora polonesa “TVN 24”, Ariel Zurawski, proprietário de uma empresa de transportes do país, identificou o veículo como de sua propriedade e explicou que o caminhão era conduzido por um primo.

Comovido com as notícias do atentado, Zurawski se disse convencido de que o primo não poderia ter cometido o ataque e garantiu que “colocaria a mão no fogo por ele”, um motorista experiente e com muitos anos de profissão.

Os dois conversaram ainda nesta segunda-feira, mas Zurawski não conseguiu ligar para o primo depois das 16h locais.

O caminhão saiu da Polônia para transportar vigas de aço até Berlim. Devido a um atraso, porém, a carga só seria entregue amanhã.

A Polícia de Berlim informou sobre a prisão de uma “pessoa suspeita” nos arredores de Breitscheidplatz, onde ocorreu o atropelamento, e indicou que está investigando se trata do motorista do caminhão.

Não foram dados detalhes sobre a identidade do detido.

O copiloto, que morreu no local, está incluído nas nove vítimas mortais confirmadas pela Polícia. Segundo o jornal “Bild”, o copiloto também era polonês.