Califórnia realiza 1ª feira ao ar livre de maconha dos EUA

A primeira feira ao ar livre de maconha dos EUA foi realizada ontem na Califórnia, e obteve um grande êxito de vendas

Los Angeles – A primeira feira ao ar livre de maconha dos EUA foi realizada neste domingo em Los Angeles, na Califórnia, e obteve um grande “êxito de vendas” ao contar com uma grande aceitação do público, incluindo muitos pacientes, assinalaram os organizadores.

O evento reuniu cerca de 50 cultivadores que ofereciam produto fresco, com preços baixos e de muito boa qualidade, extremamente interessante para aqueles que contavam com uma receita médica para comprar.

Os pacientes puderam encontrar uma grande variedade de maconha, embora as buscas fossem praticamente as mesmas: ajudar na redução da dor e aumentar o apetite dos pacientes.

Desde “camarões” secos ou sementes até bálsamos, bloqueadores solar, bolachas orgânicas, pretzels, chá e azeite eram oferecidos pelos comerciantes, tudo feito a base de maconha.

“Sofro de glaucoma e dores severas de cabeça. É uma doença hereditária. Fui tratado muitos anos com pastilhas calmantes, mas comecei a ter problemas no fígado e busquei o tratamento com maconha, que tem me ajudado muito”, relatou Chris Antonio Villamar, um estudante universitário de 23 anos.

Como em um típico mercado ao ar livre, os cultivadores exibiram letreiros que exaltam a “alta qualidade” de seus produtos, como “livre de pesticidas” e “100% orgânico”.

Mas, ao contrário das verduras orgânicas, que costumam custar mais, a maconha dos cultivadores era mais econômica em comparação com as farmácias autorizadas.

Segundo os organizadores do evento, os pacientes puderam obter descontos até de 70% em relação aos preços de mercado.

“Esta ideia nasceu pela necessidade de ter a possibilidade de escolher, de ter várias opções, tanto de preços como de qualidade. Estávamos presos ao ter acesso apenas o que era oferecido nas autorizadas”, afirmou Paizley Bradbury, diretor-executivo da Califórnia Heritage Market, que impulsionou a ideia.