Busca se aproxima do fim em área da Indonésia afetada por tremor

Terremoto de magnitude 6,5 de quarta-feira foi o pior desastre a assolar a região desde o tsunami de 2004 no oceano Índico

Pidie Jaya – Autoridades da Indonésia disseram nesta sexta-feira que as operações de busca e resgate estão se aproximando do fim três dias depois de um forte terremoto atingir a província de Aceh, no norte do país, matando 100 pessoas e deixando milhares desabrigadas.

O tremor de magnitude 6,5 de quarta-feira, que derrubou dezenas de edifícios e feriu centenas de pessoas, foi o pior desastre a assolar a região desde o tsunami de 2004 no oceano Índico.

“Acreditamos ter encontrado 99 por cento das vítimas”, afirmou Sutopo Nugroho, porta-voz da agência nacional de gerenciamento de desastres da Indonésia, que revisou o saldo de mortes de 102 para 100.

Centenas de pessoas da região administrativa de Pidie Jaya, em Aceh, fizeram orações do lado de fora de mesquitas que foram reduzidas a escombros nesta sexta-feira.

Muitos moradores da cidade de 140 mil habitantes vêm dormindo em abrigos, e assistentes sociais estão distribuindo comida, água e cobertores.

O presidente indonésio, Joko Widodo, visitou sobreviventes, entre eles muitos que sofreram fraturas e estão sendo tratados em hospitais e clínicas montadas em barracas.

A província de Aceh, situada no extremo norte da ilha de Sumatra, declarou um estado de emergência de duas semanas, e o governo central pediu ajuda para os esforços de recuperação.

No dia 26 dezembro de 2004, um terremoto e um tsunami mataram mais de 120 mil pessoas em Aceh. No total, o tsunami matou 226 mil pessoas ao longo do litoral do Oceano Índico.