Brigada blindada dos EUA chega à Polônia e Rússia protesta

Comboio é parte do primeiro transporte de soldados e de material militar pesado que chega à Europa oriental pela operação "Atlantic Resolve"

Um grande comboio de veículos blindados americanos entrou nesta quinta-feira na Polônia, em uma das maiores mobilizações de forças americanas na Europa desde o fim da Guerra Fria, fato denunciado imediatamente por Moscou.

O comboio, composto por 24 veículos blindados Humvee e por dez caminhões, foi recebido na fronteira germano-polonesa por soldados poloneses, constatou um fotógrafos da AFP.

Forma parte do primeiro transporte de soldados americanos e de material militar pesado que chega à Europa oriental no âmbito da operação “Atlantic Resolve”, decidida pelo presidente em fim de mandato Barack Obama.

“Consideramos isso uma ameaça contra nós”, reagiu imediatamente o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov.

Sem citar os Estados Unidos, denunciou que “um terceiro país reforça sua presença militar em nossas fronteiras na Europa. Nem mesmo é um país europeu”, disse.

A operação ocorre uma semana antes da posse do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, supostamente favorável a uma distensão com Moscou.

A vitória de Donald Trump despertou temores na Polônia e nos Países Bálticos sobre a aplicação real de medidas de aumento da presença da Otan na região, adotadas na cúpula da Aliança em julho em Varsóvia.

Trump deu a entender que pode condicionar a aplicação do artigo 5 do tratado da Otan – que considera uma agressão contra um membro como um ataque contra todos – à contribuição do país ameaçado ao orçamento da Aliança.