Bombardeios se intensificam em província síria

Aviões de guerra de origem desconhecida bombardearam áreas ao sul de Saraqeb e outras partes do leste de Idlib

Beirute – Os bombardeios se intensificaram na província de Idlib, no norte da Síria, depois que um helicóptero russo foi derrubado nas imediações da localidade de Saraqeb, informou nesta segunda-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Aviões de guerra de origem desconhecida bombardearam áreas ao sul de Saraqeb e outras partes do leste de Idlib.

Ataques similares também foram registrados nas populações de Al Baraguiza, Al Yadida, Tuil al Halib, Ras al Ain e Tel Tucan, também na metade leste da província.

O OSDH acrescentou que efetivos governamentais sírios bombardearam a localidade de Nayia e a zona rural na periferia da cidade de Jan Shijun, no sul de Idlib.

O governo russo considerou que todos os cinco tripulantes do helicóptero Mi-8 que foi derrubado em Idlib, quando retornava a sua base após levar ajuda humanitária à cidade de Aleppo, estão mortos.

“Os que estavam a bordo da aeronave, segundo a informação que recebemos do Ministério da Defesa, morreram”. “Morreram heroicamente, já que tentaram desviar o aparelho para minimizar as baixas em terra”, disse Dmitri Peskov, porta-voz do Kremlin.

Ativistas sírios publicaram no Twitter um vídeo no qual é possível ver dois corpos sendo pisoteados por dois homens e os destroços do helicóptero, que ficou completamente destruído em uma área desértica de Idlib.

Por enquanto, nenhuma facção armada assumiu responsabilidade pela derrubada do helicóptero.

Quase toda a província de Idlib está nas mãos da Frente da Conquista do Levante (antiga Frente al Nusra) e de outras facções aliadas como o Movimento Islâmico dos Livres de Sham.