Bombardeios em zona dominada na Síria ferem ao menos 40

Normalmente, costumam bombardear as áreas dominadas pelo EI a coalizão internacional - liderada pelos EUA -, a aviação russa e a síria

Beirute – Pelo menos 40 pessoas ficaram feridas nesta quinta-feira por bombardeios de aviões de guerra não identificados contra uma zona sob o controle do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no nordeste da Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG precisou que os aparatos realizaram quatro ataques aéreos contra distintas partes da população de Al Mayadin, no leste da província nordeste de Deir ez Zor, como uma escola e um estacionamento.

Alguns feridos estão em estado grave, por isso que a fonte não descartou que possa haver vítimas mortais.

Normalmente, costumam bombardear as áreas dominadas pelo EI a coalizão internacional – liderada pelos EUA -, a aviação russa e a síria.

O EI está excluído do acordo de cessar-fogo, alcançado por Washington e Moscou e que entrou em vigor na segunda-feira, 12 de setembro.

Segundo o pacto, essa trégua durará sete dias e depois ambas potências prepararão ataques contra os extremistas na Síria.

Quase toda a província de Deir ez Zor está dominada pelos radicais, exceto alguns bairros de sua capital homônima e o aeroporto militar, em mãos das forças governamentais sírias.