Bombardeios aéreos deixam 10 mortos no norte da Síria

A ONG afirmou que entre os mortos há um dirigente militar de uma brigada vinculada ao Movimento Islâmico dos Livres de Sham

Beirute – Pelo menos dez pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nesta terça-feira por bombardeios de aviões de guerra na cidade de Binish, na província noroeste síria de Idlib, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG, que não detalhou a origem das aeronaves, afirmou que entre os mortos há um dirigente militar de uma brigada vinculada ao Movimento Islâmico dos Livres de Sham, um dos maiores grupos armados opositores do país.

A fonte acrescentou que os aviões lançaram dois ataques contra Binish e um terceiro contra a cidade de Al Neirab, na mesma província. O Observatório não descartou que o número de vítimas aumente porque há pessoas gravemente feridas e desaparecidas sob escombros.

A maior parte de Idlib está controlada pela Frente al Nusra, braço sírio da Al Qaeda, e seus aliados. Esse bombardeio coincide com uma extensão de 48 horas da trégua parcial em Aleppo e no norte da província litorânea de Latakia.

Rússia e Estados Unidos decidiram ontem intensificar esforços para garantir que o cessar-fogo seja aplicado em toda a Síria e para que a ajuda humanitária chegue às regiões que necessitem.