Bill e Hillary Clinton comparecerão à posse de Donald Trump

Os assessores de Bill e Hillary Clinton confirmaram que ambos comparecerão à cerimônia, que será realizada no Capitólio de Washington

Washington – O ex-presidente Bill Clinton e sua esposa, a ex-candidata presidencial democrata Hillary, assim como o também ex-governante George W. Bush, assistirão à posse do magnata republicano Donald Trump como novo presidente dos Estados Unidos no dia 20 de janeiro.

Os assessores de Bill e Hillary Clinton confirmaram ao portal “The Hill” que ambos comparecerão à cerimônia, que será realizada no Capitólio de Washington, sede do Congresso federal, apesar da derrota nas eleições de novembro, que tiveram a surpreendente vitória de Trump.

Apesar de ter recebido 2,8 milhões de votos a menos que Hillary, Trump obteve a vitória ao superar os 270 votos necessários para ser eleito pelo sistema de colégio eleitoral, no qual cada estado contribui com um número de delegados que varia de acordo com o peso demográfico e equivalente a seus representantes no Congresso.

Também comparecerão à cerimônia de posse o ex-presidente George W. Bush e sua esposa, a ex-primeira-dama Laura Bush, apesar de terem se recusado a votar no magnata, segundo um comunicado divulgado pela assessoria do ex-líder americano.

O ex-mandatário e sua esposa “têm o prazer de poder presenciar a pacífica transição de poder e a posse do presidente Trump e do vice-presidente (Mike) Pence”, completou a nota.

Tanto Bush como a ex-primeira-dama votaram em branco nas últimas eleições, em consonância com sua rejeição ao magnata, sentimento que já tinham expressado quando Trump foi escolhido como candidato presidencial do Partido Republicano em julho passado.

Durante a corrida eleitoral, Trump considerou “triste” que o ex-presidente votasse em branco, mas previu que isso não teria “nenhum impacto” nos resultados.

Antes de ser confirmada a presença das famílias Clinton e Bush, o democrata Jimmy Carter era o único ex-presidente americano com presença confirmada para a posse de Trump.

O pai de Bush, o também ex-presidente George H. W. Bush, de 92 anos, será o único ex-mandatário americano vivo a não comparecer à cerimônia de posse de Trump, segundo adiantou seu porta-voz no mês passado, ao citar a saúde debilitada como motivo.

Como vem sendo tradicional, a expectativa é que o atual presidente, o democrata Barack Obama, compareça à cerimônia no Capitólio antes de entregar o poder a Trump.