Batida na Alemanha contra jihadistas termina com 3 detidos

Segundo a polícia de Berlim, os detidos são dois homens e uma mulher, sobre quem pesava uma ordem de detenção prévia vinculada a outros delitos

Berlim – A polícia alemã deteve nesta quinta-feira três pessoas em uma batida realizada em três estados federados – Berlim, Renânia do Norte-Vestfália e Baixa Saxônia – contra um grupo de pessoas de círculos jihadistas suspeitas de contatos com o Estado Islâmico e de preparar atos violentos graves.

Segundo informou em comunicado a polícia de Berlim, os detidos são dois homens e uma mulher, sobre quem pesava uma ordem de detenção prévia vinculada a outros delitos.

A operação, explicaram as forças de segurança, está centrada em quatro homens suspeitos de planejar atos violentos na Alemanha e de terem contatos com o grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Um deles, detido, recebeu formação militar na Síria e era procurado também pelas autoridades da Argélia por suposta filiação ao EI.

Segundo diversos meios de comunicação locais, trata-se de um cidadão argelino de 35 anos que vivia em um albergue de primeiro amparo para solicitantes de asilo na cidade de Attendorn (oeste do país).

O segundo homem, também argelino, foi detido em Berlim.

As forças de segurança seguem buscando um suspeito na capital alemã e outro em Hannover (centro), onde também houve revista em um albergue de refugiados.

Em Berlim participaram da batida 450 agentes e foram revistadas quatro casas e dois locais de trabalho.

Na operação foram confiscados computadores, documentos e telefones celulares que estão sendo analisados.