Ban Ki-moon vai a Bagdá para abordar luta contra terrorismo

Visita oficial tem objetivo de analisar com o governo do país também as reformas políticas em andamento

Bagdá, 26 mar (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, chegou neste sábado a Badgá para realizar uma visita oficial com objetivo de analisar com o governo do país a luta contra o terrorismo e as reformas políticas em andamento.

Segundo um comunicado do Ministério das Relações Exteriores do Iraque, o chanceler do país, Ibrahim al Yaafari, realizou um encontro a portas fechadas com Ban ainda no aeroporto de Badgá.

Também participaram da reunião os presidentes do Banco Mundial, Jim Yong Kim, e do Banco Islâmico de Desenvolvimento, Ahmad Mohamad Ali, que acompanham o secretário-geral da ONU na viagem.

Os três devem realizar outra reunião com o presidente do Iraque, Fouad Massoum, com o primeiro-ministro, Haidar al Abadi, e com o presidente do parlamento, Salim al Jabouri. Eles também irão participar de uma sessão da Assembleia Legislativa.

Entre os temas que serão tratados durante a visita estão, além da luta contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), a crise econômica e política atravessada pelo país.

O importante clérigo xiita iraquiano Moqtada al Sadr deu ontem ao primeiro-ministro um prazo de 24 horas para anunciar reformas governamentais “satisfatórias e lógicas”. Caso contrário, haverá uma escalada nos protestos do país.

A visita de Ban a Badgá coincide com o início da ofensiva do Exército do Iraque para expulsar o EI da província de Ninawa, cuja capital Mossul é o principal reduto dos jihadistas no país.