Ban Ki-moon anuncia ajuda de US$ 1,5 bilhão para Síria

Ban destacou que foi superada a arrecadação esperada em ajuda humanitária, segundo as declarações divulgadas pela "Kuna", a agência de notícias oficial do Kuwait

Cairo – O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou nesta quarta-feira durante a Conferência de Doadores da Síria, realizado no Kuwait, que ficou acertado o envio de uma ajuda de mais de US$ 1,5 bilhão para a população síria.

No final da reunião, Ban destacou que foi superada a arrecadação esperada em ajuda humanitária, segundo as declarações divulgadas pela “Kuna”, a agência de notícias oficial do Kuwait.

A ministra kuwaitiana de Estado para Assuntos de Planejamento e Desenvolvimento, Rula Dashti, expressou sua satisfação porque as doações foram maiores do que o estabelecido pela ONU para cobrir as necessidades urgentes do povo sírio.

Durante a inauguração da cúpula, Ban disse que este tipo de ajuda “não pode resolver por si só a crise, que não vai se solucionar a menos que se chegue a uma saída política”. O secretário-geral da ONU pediu ainda que o regime sírio abandone as ações violentas.

A reunião no Kuwait também contou com a participação da secretária-geral adjunta para Assuntos Humanitários da ONU, Valerie Amos, que explicou que US$ 519 milhões serão destinados a “dez setores para ajudar os mais afetados e reabilitar as infraestruturas destruídas”.

A realização da reunião coincide com o aumento do número de sírios que fugiram para outros países, que já ultrapassou 600 mil pessoas, segundo os últimos dados da agência da ONU para os Refugiados (Acnur).