Bahrein proíbe manifestações inspiradas no Egito

Ministério do Interior do Bahrein proíbe participação da população em manifestações marcadas para o próximo dia 14

Manama – O Ministério do Interior do Bahrein emitiu um comunicado proibindo a participação da população nas manifestações marcadas para o dia 14 de agosto e convocadas pelo movimento Tamarrod (rebelião) local, inspirado nas recentes manifestações no Egito.

A convocação feita através das redes sociais pelo chamado movimento “Tamarrod de 14 de agosto” se “propõe a derrubar o regime e realizar as aspirações de auto-determinação do povo”.

O dia 14 de agosto é a data que marca a retirada das forças britânicas do Bahrein em 1971.

De acordo com o Ministério do Interior, este movimento – comparável ao que organizou as grandes manifestações contra o presidente egípcio Mohamed Mursi- convocou manifestações e ações que podem afetar a ordem pública, a paz social e outros interesses dos cidadãos”.

Qualquer pessoa que participar nestas manifestações será punida pela lei, advertiu o ministério.