Avião militar russo com 92 pessoas cai no Mar Negro

Aeronave tinha decolado às 5h20 (horário local) do aeroporto de Sochi, e 20 minutos depois desapareceu dos radares

Moscou – O Ministério da Defesa da Rússia confirmou que o avião Tu-154 que ia neste domingo (25) para a Síria com cerca de cem pessoas a bordo caiu nas águas do Mar Negro.

“A seis quilômetros do litoral de Sochi foi achado o corpo de uma das vítimas do acidente do avião Tu-154 do Ministério da Defesa”, informou o porta-voz dessa pasta, general Igor Konashenkov.

Segundo os últimos dados oficiais, a bordo do avião viajavam 84 passageiros e 8 tripulantes, um total de 92 pessoas, e não 91, como se informou em um primeiro momento.

O aparelho tinha decolado às 5h20 (horário local, 0h20 em Brasília) do aeroporto de Sochi, balneário às margens do Mar Negro, e 20 minutos depois desapareceu dos radares.

A bordo do aparelho viajavam militares, um grupo de jornalistas russos e integrantes do coro e conjunto de dança Alexandrov, do Exército russo, que iam participar das festividades de Ano Novo na base aérea síria de Khmeimim, onde a Rússia tem pessoal presente.

Segundo os serviços de emergência, o Tu-154 vinha de Moscou e tinha feito escala no aeroporto de Sochi para reabastecer.

Os destroços, disse uma fonte dos serviços de emergência à agência de notícias local, ficaram espalhados em uma extensa área situada a dez quilômetros do litoral, por isso que se teme que não haja sobreviventes.