Avião-espião americano mata 10 pessoas no Paquistão

O ataque aconteceu às 16h (horário local, 8h de Brasília) em uma área fronteiriça com o Waziristão do Norte

Islamabad – Pelo menos dez pessoas morreram hoje no bombardeio realizado por um avião-espião dos Estados Unidos na região tribal de Orakzai, no noroeste do Paquistão, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

O ataque aconteceu às 16h (horário local, 8h de Brasília) em uma área fronteiriça com o Waziristão do Norte, disse em Peshawar, a principal cidade do conflituoso noroeste do país, um funcionário das Áreas tribais administradas federalmente.

Segundo o canal de televisão local “Geo”, sem revelar suas fontes, o avião não tripulado lançou quatro mísseis na região de Bulandkhel contra um centro religioso frequentado por simpatizantes da facção talibã conhecida como rede Haqqani.

Orakzai e Waziristão do Norte são duas das sete demarcações que formam o cinturão tribal paquistanês fronteiriço com o Afeganistão e este ano já foram ali rgistrados cerca de 30 bombardeios com um número de mortos que se aproxima das 150 pessoas.