Autoridades turcas não farão mais campanha na Alemanha

Segundo uma porta-voz, a decisão foi tomada "em Ancara" após semanas de tensão germano-turca

Nenhum responsável turco voltará a fazer campanha na Alemanha para defender o “Sim” no referendo de 16 de abril, que prevê um aumento dos poderes do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta terça-feira à AFP uma organização pró-Erdogan.

“Todas as manifestações previstas no futuro foram canceladas”, declarou uma porta-voz da “célula de coordenação” no exterior do AKP, o partido do presidente turco.

Declarou-se que esta decisão foi tomada “em Ancara” após semanas de tensão germano-turca por este tema.