Atlético Nacional disputa taça mundial em homenagem à Chapecoense

Campeões da Copa Libertadores e da Liga Colombiana chegaram a Osaka, no Japão, no sábado ainda sob o choque da catástrofe

Osaka – O Atlético Nacional da Medellín quer conquistar o Mundial de Clubes em homenagem à Chapecoense, disse o meio-campista Jhon Mosquera nesta segunda-feira.

A maioria do time da Chapecoense morreu em um acidente de avião que só poupou seis das 77 pessoas a bordo quando o voo se aproximava do aeroporto de Medellín no final do mês passado, quando o clube de Santa Catarina iria disputar a partida de ida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético.

Os campeões da Copa Libertadores e da Liga Colombiana chegaram a Osaka, no Japão, no sábado ainda sob o choque da catástrofe, mas precisarão se concentrar na semifinal de quarta-feira contra a equipe local Kashima Antlers.

“O time (Chapecoense) está sempre em nossos corações e nossas mentes”, disse Mosquera, segundo a agência de notícias Kyodo.

“Toda vez que jogamos e ganhamos, é uma homenagem a seu time. Acho que toda a comunidade mundial do futebol foi afetada por esta tragédia, e todos irão lembrá-los para sempre”.

“Estamos todos felizes de estar aqui, porque é um sonho participar deste torneio”, acrescentou Mosquera.

“Queremos fazer tudo que pudermos para chegar à final”.

“Sempre assistimos aos jogos e achamos que é um torneio maravilhoso. Ele atrai muita atenção, porque os melhores times do mundo estão aqui, e temos uma grande oportunidade aqui. Temos motivação de sobra para vencer”.