Ataques aéreos turcos matam 23 militantes do EI na Síria

Operação foi realizada à medida que rebeldes sírios, apoiados por tropas turcas, tomaram a região de Al-Bab, controlada pelos jihadistas

Istambul – Aviões de guerra turcos atacaram nesta quarta-feira 12 alvos do Estado Islâmico na região síria de Al-Bab, no norte do país, matando 23 militantes, informou o Exército.

Os ataques aéreos foram realizados à medida que rebeldes sírios, apoiados por tropas turcas, tomaram a região de Al-Bab, controlada pelo Estado Islâmico, como parte de uma operação de três meses para afastar jihadistas e uma milícia curda da fronteira com a Turquia.

Separadamente, um soldado turco foi morto e outros seis ficaram feridos, um deles em estado crítico, em um ataque a bomba na área na manhã de quarta-feira, informou o Exército em comunicado. Relatos da mídia indicavam anteriormente que dois soldados haviam sido mortos no ataque.

Autoridades militares e hospitalares disseram que os soldados feridos foram levados para hospitais na cidade turca de Gaziantep.

Ataques aéreos desta quarta-feira tinham como alvos prédios usados por combatentes do Estado Islâmico, assim como três tanques e um veículo repleto de bombas, segundo o Exército. Nove alvos similares foram destruídos em operações aéreas na noite anterior, segundo comunicado.