Ataque suicida deixa 30 mortos na Nigéria

Duas supostas terroristas se suicidaram em uma das áreas mais movimentadas do local

Lagos – Pelo menos 30 pessoas morreram nesta sexta-feira em um duplo atentado suicida ocorrido em um mercado de rua da cidade de Madagali, na Nigéria, informou o Exército do país.

Aparentemente, o atentado foi cometido por duas supostas terroristas que se suicidaram, em uma das áreas mais movimentadas do local.

Os serviços de saúde continuam evacuando feridos aos hospitais próximos, por isso que o número de vítimas mortais pode aumentar nas próximas horas.

O presidente da autoridade local pediu ao governo que desdobre o Exército nas áreas próximas a esta população, onde aparentemente há assentamentos do grupo terrorista Boko Haram, principal suspeito do atentado.

Madagali sofreu outros dois graves atentados terroristas no passado; o último deles em dezembro de 2015 neste mesmo mercado, onde 30 pessoas morreram por outra dupla explosão suicida.

Segundo o recente relatório sobre segurança do Instituto para a Economia e a Paz, os atentados terroristas mataram 4.940 pessoas na Nigéria no ano passado, sendo o terceiro país com mais vítimas mortais atrás do Iraque e Afeganistão.

O Boko Haram sofreu várias e importantes derrotas desde que a Nigéria, Chade, Camarões e Níger decidiram criar em 2015 uma força multinacional para coordenar uma ofensiva ao redor do lago Chade, zona fronteiriça dos quatro países.

Na quarta-feira passada, o Conselho de Paz e Segurança da União Africana acordou renovar durante outros 12 meses o mandato desta força, que não conseguiu deter os atentados.