Ataque dos EUA contra forças de Assad é inadmissível, diz Rússia

O vice-ministro de Assuntos Exteriores russo afirmou que o ataque foi uma violação da soberania da Síria

Moscou – A Rússia qualificou nesta sexta-feira de “totalmente inadmissível” o ataque perpetrado ontem por aviões da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos contra posições das forças governamentais sírias perto da passagem de Al Tanf, na fronteira com o Iraque.

“Sem dúvidas, isto é totalmente inadmissível. Trata-se de uma violação da soberania da Síria, está completamente fora de lugar e não ajuda no processo político”, disse em Genebra Guennadi Gatilov, vice-ministro de Assuntos Exteriores russo, citado pela agência russa “Interfax”.

Gatilov acrescentou que “qualquer ação militar que agrave a situação na Síria influencia, sem dúvidas, no andamento do processo político, seja em Astana ou Genebra. Mais ainda, quando se trata de ações contra as Forças Armadas Sírias”.

Segundo o vice-ministro de Assuntos Exteriores russos, tudo isto “não ajuda a criar um clima favorável para a recuperação política e nem para os esforços por aliviar a situação humanitária da população síria”.