Ataque do regime sírio deixa mais de 60 mortos

Entre os mortos estão mulheres e crianças

Cairo – Mais de 60 pessoas, entre elas mulheres e crianças, foram executadas pelas forças do regime sírio entre ontem e este sábado no bairro de maioria sunita de Raas Nabea, na cidade litorânea de Baniyas, denunciaram grupos de ativistas.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou em comunicado que foram encontrados 62 corpos nessa região, enquanto a Comissão Geral da Revolução Síria disse que o número de mortes é de 87.