Ataque de guerrilha curda mata 2 policiais na Turquia

A bomba explodiu por controle remoto quando os policiais se aproximavam a um local para participar de uma operação contra os rebeldes do PKK

Ancara – Dois policiais morreram e três ficaram feridos nesta terça-feira após a explosão de uma bomba supostamente escondida pela guerrilha Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) na província de Van, no sudeste da Turquia, informou a agência “Ihlas”.

A bomba explodiu por controle remoto quando os policiais se aproximavam a um local para participar de uma operação contra os rebeldes do PKK.

Os agentes feridos foram hospitalizados e a operação policial em curso foi reforçada com forças adicionais, segundo a agência privada de notícias.

Desde que a guerrilha e o governo romperam o cessar-fogo em julho do ano passado, mais de 600 pessoas, entre elas muitos civis, perderam a vida em sete municípios de maioria curda sob toque de recolher militar, segundo uma apuração do partido esquerdista pró-curdo HDP, terceiro do parlamento, tornado público no mês passado.

O número de soldados e policiais mortos desde julho do ano passado supera os 370, segundo dados da agência turca semioficial “Anadolu”.