Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Assad diz que negociará “sobre tudo” e promete recuperar a Síria

Presidente da Síria também afirmou que o cessar-fogo mediado pela Turquia e a Rússia, seu principal aliado, estava sendo violado

Beirute – O presidente sírio, Bashar al-Assad, disse que o governo está disposto a negociar sobre tudo nas conversas de paz propostas a serem realizadas no Cazaquistão, mas ainda não estava claro quem representaria a oposição e também não há uma data marcada.

Assad também afirmou que um cessar-fogo mediado pela Turquia e a Rússia, seu principal aliado, estava sendo violado e que o governo vai reconquistar toda a Síria, incluindo a área controlada por rebeldes perto de Damasco onde uma rede vital de fornecimento de água foi bombardeada.

O líder sírio fez as declarações em comentários à mídia francesa que foram publicados pela agência estatal síria Sana.

A Rússia disse no mês passado que havia acertado com Assad, Irã e Turquia que a capital do Cazaquistão, Astana, deveria ser o local para novas conversações de paz depois que os rebeldes sofreram sua maior derrota na guerra ao serem expulsos de Aleppo.

A Turquia, que apoia a oposição a Assad, e a Rússia também mediaram uma trégua como um passo a caminho de recuperar a diplomacia, mas ambos os lados trocam acusações sobre violações do cessar-fogo.

Assad disse que a delegação do governo está pronta a negociar em Astana “quando o momento da conferência for definido”.

“Estamos prontos para negociar sobre tudo”, disse. Perguntado se isso incluía sua posição como presidente, Assad disse: “Sim, mas minha posição está relacionada à Constituição”.

Assad disse ainda que não se sabe quem participará do encontro pelo lado da oposição.