Argentina consegue trocar 70,2% da dívida em moratória

Adesão supera a anunciada em 22 de junho, quando 66,4% dos detentores dos títulos haviam anunciado a troca

Buenos Aires – A Argentina conseguiu trocar 70,2% de sua dívida em moratória, que totalizava 18,3 bilhões de dólares, informou nesta segunda-feira o ministério da Economia.

O governo fechou com 70,2% do total de detentores de títulos da dívida, o que supera a adesão de 66,4% anunciada em 22 de junho passado, destaca o ministério.

Segundo as previsões do governo, o processo de emissão de novos títulos deve começar em 11 de agosto.

“As ofertas de títulos serão devidamente processadas, procedendo-se o cancelamento dos mesmos e a emissão de novos títulos, durante o processo de liquidação, que deve começar no dia 11 de agosto e pode se prolongar por vários dias úteis”, destaca o comunicado.

A operação completa a troca da dívida, lançada em 2005, quando obteve a adesão de 76% dos credores, sobre um total de 90 bilhões de dólares que entraram em default em 2001, em meio a pior crise econômica da Argentina.