Ao menos 47 civis são mortos em ataque contra EI na Síria

Os ataques foram arquitetados pela Turquia na cidade síria de Al-Bab, reduto do grupo Estado Islâmico (EI) na província de Aleppo

Ao menos 47 civis, incluindo 14 crianças, foram mortos nesta quinta-feira em ataques aéreos do Exército turco contra a cidade síria de Al-Bab, reduto do grupo Estado Islâmico (EI) na província de Aleppo (norte), segundo um novo balanço do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Um balanço anterior evoca 29 mortos, incluindo oito crianças.

A Turquia lançou em agosto uma operação batizada “Escudo de Eufrates” no norte da Síria para lutar contra dois grupos que considera como “terroristas”: o EI, mas também os combatentes das Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG), aliadas de Washington na luta contra os extremistas.

Na quarta-feira as forças turcas sofreram o maior número de baixas desde o início das operações na Síria, com 14 soldados mortos e 33 outros feridos, em confrontos perto de Al-Bab, segundo informou o exército turco.