Alemanha oferece recompensa por suspeito de ataque com caminhão

As duas fotos divulgadas pelo suspeito, e que serão incluídas nos cartazes que serão colocados em todo o país, são bastante diferentes

Berlim – A Procuradoria Federal da Alemanha e a Polícia estão pedindo a colaboração dos cidadãos para deter o tunisiano Anis Amri, de 24 anos, por seu possível envolvimento no atentado cometido na segunda-feira em Berlim e ofereceu uma recompensa de até 100 mil euros.

“Se virem a pessoa procurada, avisem à polícia. Não se coloquem em risco, já que ele pode ser perigoso e estar armado”, destacaram em comunicado conjunto a Procuradoria e o Escritório Federal de Investigação Criminal (BKA) após emitirem uma ordem de prisão em nível europeu para Amri.

As duas fotos divulgadas pelo suspeito, e que serão incluídas nos cartazes que serão colocados em todo o país, são bastante diferentes.

Em uma delas, correspondente ao documento encontrado na cabine do caminhão que atropelou as vítimas no mercado natalino, Amri aparece com cabelo curto e óculos.

No outro, tem o cabelo mais longo, encaracolado, e não está usando nenhum acessório.

O tunisiano é procurado pela polícia, a Procuradoria e a BKA, que pedem qualquer tipo de pista sobre ele, tanto informações sobre sua localização ou locais que ele frequentava no passado.

“As pistas que levem à prisão do acusado serão recompensadas em até 100 mil euros”, destaca o comunicado, que inclui um número de telefone e um endereço de e-mail para receber as informações.